Agora sim, este ano acertaram. A musa do fluzão, Bianca Leão, realmente era a mais bonita, a com melhor desenvoltura diante a câmera, além de uma legítima tricolor. A beleza de Bianca chamava a atenção desde o período classificatório. Não que as demais musas, como a belíssima  musa do galo, vice-campeã, não fossem atraentes aos olhos, mas que Bianca era a Musa com antecedência, isso já. Parabéns, Bianca! Musa do Brasileirão!