Fugindo do Sol – Capítulo 11

Capítulo Anterior

Após descobrir, que Evaír não “embuxou” a vizinha e que Tatá não era sua filha. Caio tem um “troço” ao ver Paola só de uniforme e foi parar no hospital. Neste, ele recebeu a visita do(a) ninja, que lhe disse palavras estranhas e sumiu. E agora? Seguimos com a história.

Depois de ser medicado, Caio tem “alta” e voltou para casa a tempo de ver o Palmeiras em campo pelo paulistão 2012. Quando assistia ao jogo, a vizinha gostosa, só de uniforme, agora do Palmeiras, pede para assistir o jogo com eles. Ele permite, mas cheio de maldade no coração.

Quando a partida encerrou, Evaír e Vaguinha foram dormir, enquanto que Caio foi deixar Paola na porta. Após deixá-la, ele vai até a casa dela, bate na porta, e quando ela abre, ele a beija, ela não consegue se mexer. Foi o melhor beijo da vida dos dois. Até que Ferrolho aparece e atrapalha o “love”. Ao ver Ferrolho, Paola fecha a porta. Caio, ainda nas nuvens, escuta se seu melhor amigo: ” Essa daí, não presta!”. Caio pergunta o porquê, Ferrolho não responde e segue curso até o “quartinho” que está hospedado. Caio sem entender nada, volta para casa.

Na manhã seguinte, quando chegava na franquia, tornou a ver aquela bela moça de olhos castanhos, pele parda e sorriso admirável, mas só olhou e foi trabalhar. Quando entrou na franquia, foi assediado por Paola, que sussurrou no ouvido dele: ” Esqueça aquele beijo, pelo amor de Deus!”. Tatá escuta e pergunta para os dois, que beijo era esse que eles estavam falando, Paola sai sem responder, já Caio diz: ” É porque ela é palmeirense, e ontem na hora do gol, eu sem querer dei um selinho nela!”. Quando Tatá se contentava com a resposta, apesar de ser corinthiana,  Ferrolho chega “cabuetando”: “Que mentiroso! Ele quase engoliu as “amídalas” dela com o beijo.” Groove chega que nem um maluco e acerta em cheio  um cruzado de direita na cara de Caio. A confusão aumenta, quando Tatá se “atraca” com Paola, e as duas vão parar no chão, e brigam feio. Caio e Groove começam quase que uma luta de UFC. Até que aparece seu Juvena, que para acabar com aquela patifaria, faz algo meio “pânico na Band”, começa a mijar nos brigões, encerrando a confusão. Como na Franquia, não tinha banheiro com chuveiro, eles ficaram mijados mesmo até o fim do dia de trabalho. Pense numa catinga!

Quando todos já tinham ido e Caio fechava a franquia, indo para casa …

 

CENAS DO PRÓXIMO CAPÍTULO

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Fugindo do Sol – Capítulo 11

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.