A Tentação – Último Capítulo

Capítulo Anterior

Após toda aquele momento de prazer, ela virou para mim e disse: “Pronto, amorzinho! Foi legal, mas agora nunca mais olhe na minha cara. Transamos, foi gostoso, eu cheguei, de verdade, ao orgasmo, mas homem liso, nem morta. Podemos ser amigos, já que é meu vizinho, mas sexo, só quando você ficar rico. Ok!” Dali, fui para o Seminário e ela seguiu com sua vida.

Ao perceber que era um animal na cama, eu pensei em desistir da bata, mas minha vocação bateu forte. Continuei no seminário e nunca mais pensei em mulher nenhuma de forma sexual. Após o fim do curso, me tornei padre, um dos melhores do meu interior, já que a igreja me mandou de volta a minha cidade, e juro, nem lembrava mais daquela transa.

Mas um certo dia, quando fazia confissões na igreja, ela reapareceu se confessando e disse as seguintes palavras: “Seu padre é pecado não esquecer uma tarde e noite de sexo com um quase padre? Eu transei com um carinha que era padre e nunca mais esqueci aquele dia, foi o único momento da minha vida que fui feliz transando. O que devo fazer?”. Sai da casinha de confissão, e ainda com roupa de padre, puxei ela para dentro da casinha e foi lá mesmo. Depois da transa no lugar errado, sai com ela, no carro dela pelo mundo, e a gente foi feliz numa vida de nômade e transando em toda cidade que passávamos.

FIM

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s