Res cogitans e Res extensa: Mais uma tentativa de explicar o mundo

Descartes

De Onde viemos? Para onde vamos?

No dualismo, o mundo se explicou.

“Penso, logo existo”, é a base da razão.

O Fundamento da minha inspiração.

 

És a velha dúvida da humanidade,

tentar explicar, o que no mundo há..

Deus e a Razão, res cogitans

é de onde surge o tudo.

O velho mundo da sensibilidade,

res extensa, não possui verdade.

 

Tente me explicar,

Se no dualismo

O Pensamento é o que há.(BIS)

 

Será que o que existe é ilusão?

Será se o mundo é uma ilustração?

Sei que Deus é o criador de tudo,

e eu só sei que só há razão!

 

O corpo é uma máquina,

cheios de engrenagens pronto para funcionar,

tudo o que fazemos é para o programar.

O pensamento que René instalou,

não teve o amor, mas o empirismo,

tudo o que fazemos temos que provar,

mas o pensamento tem que aprovar.

Até Deus, ele quis provar,

mas  para outro mundo partiu.

Suas ideias, o mundo aplaudiu,

Suas teorias, está até no Brasil.

A ciência, a matemática, a filosofia

Descartes revolucionou um dia,

Sua influente revolução,

até hoje é a base da civilização.

Fundamentos e pensamentos,

que até hoje nos guia.

Se está certo ou errado,

A resposta encontraremos outro dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.