Brasil Vence Grã-Bretanha

By MSN

A seleção brasileira feminina de handebol conheceu neste sábado seus adversários na primeira fase do Campeonato Mundial da modalidade, que será disputado de 7 a 22 de dezembro, na Sérvia. O time comandado por Morten Soubak caiu na chave B da competição, com sede na cidade de Nis, ao lado Argélia, China, Dinamarca, Japão e das donas da casa.

O sorteio agradou Soubak, que avaliou que o Brasil precisa apenas conhecer melhor os adversários que enfrentará. “A China e o Japão têm um estilo diferente do nosso e temos que nos preparar muito bem. Assim como a Argélia, já que não temos muita experiência em partidas contra eles e, por isso, vamos em busca de mais conhecimento.”

O time brasileiro desponta como uma das novas potências do esporte e sonha com seu primeiro título mundial. Na última edição da competição, realizada justamente no País, a equipe terminou em quinto; e na última Olimpíada, em Londres, no ano passado, foi a sexta. Além disso, o Brasil tem a melhor jogadora do mundo: Alessandra Nascimento, eleita no início deste ano.

Mesmo assim, Morten Soubek sabe que a seleção terá dificuldades pela frente na primeira fase do Mundial, principalmente diante da Dinamarca e da Sérvia. “A Sérvia vem mostrando a sua força e deverá ir longe na competição. É uma equipe fisicamente muito boa e que está crescendo. Já a Dinamarca está fazendo uma renovação e quer voltar a ser considerada uma das melhores do mundo.”

No Grupo A do Mundial estarão Congo, Coreia do Sul, França, Holanda, Montenegro e República Dominicana, com jogos em Belgrado. A chave C é composta por Angola, Argentina, Espanha, Noruega, Paraguai e Polônia, com sede em Zrenjanin. Alemanha, Austrália, Hungria, República Checa, Romênia, Tunísia formam a D, com partidas em Novi Sad. Os quatro melhores de cada grupo avançam para as oitavas de final.