A.H. Philips – Capítulo 2 de 3

 

Capítulo Anterior

Depois de negar o pedido, A.H. se retirou do campo de treinamento, naquele momento, Kate foi atrás dele. No mesmo momento, o ‘QuarterBack Oficial’ da High School, Scheldon Decker, achou estranho sua ‘mina’ ir atrás do estranho.

Já nos corredores High school, Kate chama pelo nome de A.H., ele rir e fala: “To surpreso! Você sabe meu nome.” Ela pergunta para ele porque ele disse aquilo, se ele não conhecia ninguém lá. Philips se vira e não dá atenção para a líder das cheerleaders. Ela pergunta o que ele tem de errado, ele vira e dá outra resposta escrota: “Não tenho nada de errado, e se você também não,  te digo se afasta desses babacas, que se acham os ‘gostosões’, porque estão em um timeco, que eles acham grande, porque tem carro do ano, que nem são deles, primeiramente porque nem idade para isso possui, e porque tem a garota que quer, porque todas são fúteis e nem ligam para eles também, só querem uma ridícula popularidade que se acabará em alguns meses, e depois daqui, vão trabalhar numa lanchonete cafona, vestindo uma roupa cafona e servindo as belas mulheres que se tornaram aquelas que não estão nem aí pra isso. Te digo mais, em nossa sala, tem muito garoto tímido que arrebenta no football e eles nem notam, e tem muita garota bonita, que são mais belas que as ‘merdinhas’ que hoje tão entre as cheerleaders. Você é especial, senão não estaria apaixonado por ti nos últimos 3 anos de minha vida, por isso te dou este toque e espero que venha comigo. Não hoje, mas em breve.” Após agigantar o parágrafo, A.H. Philips seguiu no corredor e Kate ficou muda.

As palavras do McPhilips não saía da cabeça da Madison, mesmo assim, ela concordou em ‘zuar’ nosso protagonista em uma brincadeira besta armada por Decker. Madison entrava com o convite para o baile de formatura e ele com a tinta verde. Para convidá-lo, Madison fingiu se tornar amiga de A.H. Que aceitou o convite de amizade.

Nos dois meses seguintes, Madison conheceu o outro lado de A.H. que ela desconhecia. O lado do popular Anthony do prédio que ele morava, do Herison que jogava partidas de brazilian soccer no beco que havia atrás desse mesmo prédio. Do McPhilips que escrevia músicas e as cantava muito bem. Do ‘enlouquecido’, que nos fins de semana, ia para praia com seus avós e amigos para surfar nas águas do Pacífico. Do ‘gaiato’, que saía à noite dos mesmos fins de semana, para curtir boa música e grandes amizades. Madison queria se arrepender do plano, mas persistiu nesse, para provar que não estava apaixonada. Apesar do corpo de nossa bela loira ter dito isso em várias oportunidades para nosso jovem herói, em várias noites, dentro dos últimos 57 dias.

Era chegado o dia, depois de Kate insistir, ele aceita o convite e vai para o baile. Enquanto isso, nos vestiários do time da High School, que por sinal havia perdido a 5 partida seguida no campeonato escolar da Califórnia, eles arquitetavam todo o plano, que passava por alterar o resultado final do ‘rei’ da festa à ‘humilhação total’. 

Ao ir a casa de Madison e à recepcioná-la. A.H. Philips não sabia, mas a noite seria longa, um verdadeiro capítulo completo.

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s