Sport vence Ceará

Apesar do Ceará ter tido uma maior posse de bola e ter controlado mais o jogo na parte ofensiva, o placar não ficou do lado do alvinegro da Porangabussu. O Sport abriu o placar no início da partida, numa falha da defesa do Ceará, em que o sempre ‘gaiato’ Neto Baiano não titubeou e mandou pra dentro.

Depois disso, o Sport se viu recuado naturalmente, já que não conseguia passar do meio-campo, e se via ameaçado constantemente pelo sistema ofensivo do Ceará. Percebendo isso, Eduardo Baptista colocou jogadores rápidos e retrancou o time, ou seja, jogaria ‘escancaradamente’ no contra-ataque.

O Ceará sofreu um ‘baque’ importante quando João Marcos foi expulso e ele, Ceará, acabou recuando. Com os jogadores rápidos, o Sport passou a oferecer mais riscos, e esses riscos se converteram no segundo gol do Leão, marcado por Danilo. O Sport ainda buscou um terceiro, mas não conseguiu.

O Sport pode até perder por um gol, ou até dois, caso faça gols, na Arena Castelão que se sagrá pela terceira vez como campeão do Nordeste. A situação complicou para o Ceará, mas ainda não é impossível de reverter o quadro.