Alem do Horizonte

“Estranho mesmo é dormir tendo tudo e ao amanhecer se perguntar onde foi parar tudo aquilo. Não tenho problema em perder coisas ou pessoas, tenho problema pra entender. Tenho problema pra aceitar mudanças bruscas. Não se pode controlar coisas ou pessoas, isso é fato, podemos conquistar cada vez mais o que queremos por perto, mas as vezes não é suficiente. Uma coisa de cada vez, concordo que deva ser assim, afinal tudo demais é veneno. Que seja, que foi, não sei mais, apenas sei que existiu. Que se vá, que permaneça, que aconteça o que for melhor.”

AMANDA LIMA