FIFA World Cup Brasil 2014

RESUMO

O objetivo deste trabalho é projetar os impactos econômicos, nacionais e regionais dos investimentos de infraestrutura e estádios para a Copa do Mundo de 2014. Consideram-se os investimentos em reforma/construção de infraestrutura esportiva (estádios) e infraestrutura urbana divulgados pelo Ministério do Esporte no início de 2010. Por meio de simulações com um modelo de equilíbrio geral, são projetados os impactos das fases de construção e operação desses investimentos, com atenção especial às fontes de financiamento (público, privado e BNDES). Os resultados apontam para um crescimento adicional médio de 1,2% no PIB das cidades-sede e a geração do equivalente a 158 mil empregos. A análise dos resultados indica, entretanto, que o impacto positivo desses investimentos depende da capacidade de financiamento privado e das necessidades de realocação do gasto público. Quanto maior a utilização de recursos públicos no financiamento dos investimentos da Copa 2014, menor seu impacto econômico.

 

CLIQUE AQUI E LEIA O ARTIGO COMPLETO

 

Autores: 

Edson Paulo Domingues – Professor Adjunto, Bolsista de Produtividade em Pesquisa (CNPq) e do Programa Pesquisador Mineiro IV (Fapemig) – E-mail:epdomin@cedeplar.ufmg.br 


Admir Antonio Betarelli Junior – Doutorando em Economia – Email: admirbet@cedeplar.ufmg.br 


Aline Souza Magalhães – Doutorando em Economia – Email: alinesm@cedeplar.ufmg.br