É Verde O Sangue Que Corre Nas Veias – Capítulo 9

Logo É Verde o Sangue Que Corre Nas Veias

Em 1996, Giovanni se reencantaria com o Palmeiras. Era quase uma academia como nos anos 50 e 60. Era tanto gol que não dava pra contar. Mas diferente dos anos 60, o Santos não era um rival a altura. Ana Flávia não conheceria Ricardo, aquele que seria seu marido, naquela tarde na Vila Belmiro, mas veria Djalminha orquestrar um sonoro seis à zero no Santos. Placar histórico. Ana Flávia e Ricardo estavam tão excitados com aquela goleada, que no caminho de volta pra São Paulo, se pegaram gostoso dentro do ônibus.

 

No dia que o Palmeiras ganhou o campeonato, Ana Flávia anunciou o noivado com Ricardo, e Prestes voltou para Itália para tratar dos assuntos da Parmalat. Giovanni, com seus 56 anos, conhece Marjorie, uma mulher de 40 anos, apaixonada pelo Palmeiras, mãe de Ricardo, e muito gostosa!

 

Ana Flávia e Ricardo se casam um dia após a eliminação do Palmeiras no Brasileirão, apesar do Enea não ter chegado ali, o casamento foi lindo. Ela com um vestido em verde e branco, em alusão ao uniforme do Palmeiras e ele de Terno Verde e o uniforme do Palmeiras na época por debaixo. A festa foi linda, e o casal foi para a noite de núpcias, triste pela eliminação, mas felizes por ambos terem se encontrado. Ela contou sobre o caso Raulzinho, e ele falou de uma briga de torcidas, em que ele quase morreu. Os dois riram muito, se amaram muito e depois voltaram para a vida real.

 

O tempo passou e em 1997, o Enea passou perto do Palmeiras, mas o que era o destino. Uns dos maiores ídolo da história do Verdão ajudariam o Verdão ser vice. Edmundo e Evaír estavam do lado de lá, mas não havia tristeza, era só o começo da Era Felipão.

 

No ano seguinte, ninguém acreditava na força do Palmeiras como nos anteriores, mas o Verdão continuava imbatível. O mal começo no Paulistão, não deixaria o Palmeiras mal naquele ano. O Verdão levaria a Copa do Brasil e no fim do ano, a Copa Mercosul. Inclusive, Ana Flávia estava grávida de um menino quando Oseas fez o gol mais esquisito, importante e oportunista de sua vida. Aquilo foi o suficiente para o menino se chamar Oseas. No ano seguinte, os motivos aumentariam …

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.