Malhaçao

O presente estudo tem por finalidade verificar se o treinamento de musculação promove alteração na composição corporal. O estudo é feito a partir de uma revisão bibliográfica abrangendo literaturas de 1984 a 2002 com intuito de pautar a cientificidade da pesquisa. Hoje já é possível encontrar pesquisas que defendem este tipo de trabalho para indivíduos com percentual de gordura elevado, alegando que uma massa magra mais elevada gera um gasto calórico maior ocasionando assim uma diminuição no percentual de gordura sem que haja também uma diminuição na massa muscular geralmente ocasiona por dietas. Este trabalho vem mostrar que através da musculação e de um trabalho de hipertrofia muscular com a intensidade entre 75% e 85% de uma repetição máxima também é possível ter uma diminuição no percentual de gordura. Participaram desta pesquisa dezesseis voluntários, sendo todos do sexo masculino com idades entre 17 e 31 anos e fisicamente ativos antes da aplicação dos testes. Nesta pesquisa foi avaliada a circunferência de abdome, o percentual de gordura através da mensuração de dobra cutânea, massa corporal, massa livre de gordura, índice de massa corporal e o peso gordo no pré e pós-treinamento. Ao final do trabalho, que durou doze semanas, observou-se uma diminuição do percentual de gordura e no peso gordo. Houve também aumento no índice de massa corporal, no peso corporal, na circunferência de abdome e na massa livre de gordura.

Autores: Jean Pereira da Costa e Valnei Seabra de Leste

CLIQUE AQUI E LEIA O ARTIGO COMPLETO