A Princesa Vampira – Capítulo 5

A paixão pela loira deixou Charlie maluco, ele não queria mais nada além daquela menina. Isso seria o primeiro passo para que os planos de Zé Rodrigues começassem a desandar. Charlie não quis saber, chamou Ashley para um lugar perto da Biblioteca. Ele não queria transformá-la em vampira, ele queria sexo com ela. Ashley sempre teve queda por nerds e negros, quando se juntou os dois quesitos no mesmo combo, ela não negou. Num lugar chamado de “Down Sexy”, um lugar que ficava embaixo da biblioteca, onde os alunos costumavam “aprontar” (pra não dizer que concebiam o ato sexual), lá estavam o neguinho, que virou vampiro, e se tronou negão, e a loirinha, que estava próxima de se tornar loirão. Enquanto eles estavam só passando a mão um no outro, nada ocorria, mas aí ela partiu pra cima e lhe arrancou um beijo. Naquele momento, o extinto de cabra do sertão se fundiu as células vampirescas advinda de uma princesa vampira, e ele não resistiu, pegou a Ashley e transou muito com ela. Ao fim do sexo, momentos antes do gozo, ele atrancou no pescoço dela e sugou de leve o sangue dela. Ela riu, gozou e caiu desmaiada. Ao cair no chão, Charles estava tão louco, que encerrou o trabalho sozinho ali mesmo. Após a ejaculação tardia, ele percebe que ela estava desacordada.

Com muito medo de Zé Rodrigues, Charles se transformou em morcego (cena ridícula, um morcego com um amuleto verde pendurado no pescoço) e voou até Raquel. Quando lá chegou, Raquel já sabia o que ele havia feito, se transformou em morcego também e foram os dois (cena mais ridícula ainda, dois morcegos com um amuleto verde pendurado no pescoço)voando até Ashley. Ao chegarem lá, Ashley estava acordada. Charlie comemorou que não havia matado a loira, mas ele havia a matado sim, ela agora era uma vampira, porém o pior não estava aí, Ashley era bisneta de Boraiev, sua avó que era filha de Boraiev, conseguiu extrair o vírus de vampiro de seu sangue e voltou a ser humana, e logo depois se casando com o avô de Ashley e ambos fugiram da Hungria para os EUA durante a segunda guerra. O que não se sabia, era que esse vírus não foi extraído, foi somente adormecido, e foi passado de geração em geração. Ou seja, Ashley também era uma vampira legítima agora, como Raquel. Porém, Raquel era filha de Zé e Ashley descendente de Boraiev, o pior dos vampiros. Charles não sabia, mas havia despertado a força secular de um vampiro legítimo, no caso, uma vampira. Ashley não seria sua ‘escrava’, como ele era de Raquel. Ela era agora tão princesa, ou até mais do que Raquel. E agora? O que aconteceria ali? Só no próximo capítulo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.