Ostentação: Símbolo da Carência

Não sou psicólogo, nem psiqiatra, nem muito menos um antropólogo, mas o que escrevo aqui, não tem nada a ver com ideias pessoais, mas baseado em observação e leitura feita nas cadeiras de psicologia que fiz no Curso de Educação Física.

Atualmente, as pessoas vem buscando motivo ou desculpas para serem só, ninguém se modifica ou se ajusta, todo mundo quer se impôr a outra pessoa, acreditando que isso é PERSONALIDADE, quando na vontade é so mania de imposição. Ninguém quer ser “menor” que o outro, e mudar seus hábitos para um melhor convívio parece uma espécie de crime.

O estilo de vida conhecido popularmente como OSTENTAÇÃO, simboliza bem o como estamos intransigentes. A OSTENTAÇÃO é um símbolo de imposição, ou seja, a pessoa não se sente bem somente por ter conquistado algo, mas somente se demonstrar aos outros que conseguiu. Seria bom, se fosse um sentimento de “Olha aí, pessoal, eu consegui!”, mas na verdade é de “Chupa! Eu sou o tal, eu consigo, você não!”. Esse estilo de vida demonstra a infantilidade dessas pessoas, sim, pois esse sentimento de ego exarcebado, é comum em crianças entre 4 e 10 anos de idade, ou seja, demonstra que a pessoa não amadureceu o suficiente para perceber que para se sentir bem, basta ela alcançar o que queria, sem precisar “jogar na cara dos outros”, querendo demonstrar uma espécie de superioridade. Essa imaturidade pode ser resultante de um trauma vívido exatamente neste período da vida ou na fase juvenil.

Esse estilo de vida demonstra outro fator importantíssimo: A Carência. A pessoa que ostenta tem a necessidade de provar a todo mundo que não precisa de ninguém, quando na verdade, sofre por não ter ninguém ou ter pouca gente ao redor. O pior que pode acontecer a uma pessoa que ostenta é ninguém reparar nos bens materiais que ela conquistou. Se um rapper, compra o carro do ano, a mansão do ano, a puta do ano, e ninguém reparar, ele vai se sentir triste, mais do que já é, pois sua necessidade é maior do que suas conquistas. Apesar de demonstrar uma autosuficiência, o “Ostentador” precisa de pessoas para ele negar o sentimento ruim que ele possui dele próprio. A maioria dos “Ostentadores” são pessoas que possuíram alguma dificuldade na infância ou espécie de bullying por algum motivo supérfluo, e por isso, na sua fase adulta, sentem a necessidade de se “exibirem”, mostrarem que “não” sentiram os problemas na fase anterior da vida, quando na verdade, seus atos demonstram o inverso.

Ostentadores de bens materiais, normalmente, possuem pouco de bens emocionais. Um afago, um beijo, um abraço, uma noite, são inesquecíveis, por serem raras. Além disso, pelo seu estilo de vida, aproximam mais pessoas que só buscam bens materiais, mas de caráter a definir, pois estão próximos destes, para exclusivamente obter dividendos nesses bens, prejudicando mais ainda o ostentador, aumentando mais ainda sua necessidade por consumir mais bens materiais e de repulsa ao ser humano.

Então, já sabe, viu um MC Guimme, um 50 cent ou o seu vizinho com um carrão com sonzão alto parando em frente em sua casa, pois é, são pessoas maltratadas pela vida e agora tentam demonstrar força, onde a tristeza se sobrepõe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star