A Princesa Vampira – Capítulo 17

Boraiev sabia que o tesouro era o que faltava para torná-lo um “Deus” entre os seres mitológicos, o que o tornaria de fato ETERNO. Porém para sua surpresa, aquela bela pedra verde não era somente o tesouri de Zé, mas o próprio Zé. Quando Boraiev colocou a pedra em sua mão, a mesma penetrou sua pele. Boraiev apagou, porém nos sonhos, Boraiev reencontra com Zé, que explica que aquela pedra, era ele próprio reencarnado e curado da maldição do vampiro. Ele se tornou pedra quando fora destruído por Boraiev, e isso foi possível devido a um velho feitiço de uma antiga tribo indígena cearense, que ele aprendeu com sua avó, ainda quando humano. A pedra o tornava eterno e essa eternidade vinha do parasitismo, ou seja, ele precisava de um ser mitologico para tomar o corpo deste para ele. Boraiev não acreditava naquilo, então Zé o acordou. Boraiev se acorda do transe e ao se olhar no espelho viu no reflexo a imagem de Zé. Zé explica que o corpo de Boraiev era dele e que a alma do vampiro, estava findada ali. O corpo de Boraiev apaga novamente, a alma de Boraiev é enviada ao inferno e a alma de Zé assumia o corpo. Boraiev nem podia dizer que era golpe, Zé era o novo dono daquele corpo e do reino de Boraiev.

 

Em Cuba, Raquel e Ashley invadem a casa da vampirinha, a captura e a leva com elas. O que elas fariam com a pobre criança?

A Princesa Vampira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s