COMPOSITORES: Carlos Jr, Fabiano Sorriso, Marcio André, Marcos Vinicius, Wellington da Padaria, Beto Rocha e Biel.

ENREDO: “Eu sou a arte: meu palco é a rua”

 

Letra:

Modéstia à parte sou exemplo de união.
Trago da alma minha própria tradução.
Eu vou me emocionar, ao ver você aplaudir,
“É nóis”, Tucuruvi!
Eu vou revelar
A minha história de inspiração.
O homem desenhou na pedra
Sua forma de expressão.
O tempo traz no vento a poesia,
No Olimpo a chama acendeu.
Peças teatrais, cenas visuais,
Uma sociedade alternativa
Desabafa em calçadas marginais.

Desafiei reinos e leis,
Pro desespero do burguês.
O saltimbanco a debochar,
Fez o nobre enlouquecer,
Todo povo gargalhar!

Nas esquinas me transformei,
Cantei e dancei pelo mundo.
Sou uma voz a gritar, Hip Hop no ar,
Herança dos guetos.
Aqui em “Sampa”, a “caminhada” continua,
Nas quebradas, pelas ruas,
Traços coloridos, mentes geniais!
Sou luz que ilumina a cidade,
Estrela da comunidade,
Presença imortal, no palco do meu carnaval!