Eram 33 anos sem saber o que era vencer o Uruguai na casa deles, até que a seleção de Dunga com Felipe Melo, Robinho, Elano, Daniel Alves, Kaká, Juan, Lúcio, Luís Fabiano e companhia atropelaram os Uruguaios no Estádio Centenário. Uma das maiores goleadas sofridas pela celeste olímpica jogando em casa, na sua história. O Brasil terminaria aquelas Eliminatórias como líder e o Uruguai, amargaria mais uma repescagem. Porém na Copa, o Brasil caiu nas Quartas, enquanto o Uruguai ficaria na Quarta colocação.

Anúncios