A Arrogância do PT e a Esperteza do PMDB

Não vou pela teoria, ou pela oratória de algum grande líder. Leio, escuto e assisto diversas fontes, dos diversos lados do poder. Minhas ideias surgem após atos concretos realizados, em comparação ao prometidos em campanha, pois ninguém pode ser avaliado pelo que pensa, e líderes governamentais, devem ser avaliados assim. Não mudei meu raciocínio. Não preciso de um crime de responsabilidade para o #ForaTemer porque para o #ForaDilma também achei “desnecessário”, diante os crimes “de verdade” que ambos cometeram nesse longo período iniciando antes mesmo de 2003 (ano que Lula assumiu). Podem discordar de mim, mas raciocino assim.
 
Além disso, odeio quem passa na cara, porque fez algo, que não foi mais do que a obrigação! O PT ao colocar o pobre na faculdade, ao fazer o bolsa-família (que na verdade é só um aperfeiçoamento do Bolsa-Escola e junção com outros projetos que já existia à época), só fez um décimo do que se esperava de um partido de “esquerda” ao chegar no poder!  Ele foi eleito pelos pobres, pelos operários, intelectuais, estudantes e artistas! Compare o que o PT fez em 14 anos, com o que Fidel fez em 1 ano em Cuba, apesar de ameaçado de bomba o tempo todo!  O PT era a esperança do povo mais humilde em 2002, mas  ao chegarem lá, deram “esmola” aos pobres e o “luxo” as empreiteiras, em especial, a Odebrecht, que passou a fazer obras em países comandados pela esquerda e a “assaltar” esses países, graças a ajudinha de Lula. O partido dos trabalhadores usaram do sonho do brasileiro para fazer política e saquearem os cofres para os companheiros.
Se não bastasse isso, para se manter no poder, o PT roubou e permitiu que o PMDB seguisse roubando, já que o PMDB rouba desde FHC (delações comprovam). Além do PMDB, o PT permitiu que outros aliados fizessem o mesmo. Para ficar no poder, o PT se aliou ao PP, principal filhote do ARENA, partido da Ditadura. Lula apertou as mãos de Sarney, Collor, Cabral, Maluf  e muitos outros “fichas sujas”, só para manter ele e seu partido no poder. Foi Lula, que através de uma negociação forte, colocou Temer como vice de Dilma, por duas vezes, para manter a aliança com o PMDB e garantir aqueles votos essenciais para bater no PSDB. Lula sempre foi inteligente para Eleições, ele sabia (ou pelo menos desconfiava) que cada voto a favor faria a diferença. O PMDB é o partido com o maior número de prefeitos e filiados do país. Se o PMDB migra para o Aécio (por completo, já que em muitos estados houve o casamento PMDB-PSDB, mas longe de ser maioria). A menor diferença da história em uma eleição para Presidente, na história nova do país, comprova que o jogo feito foi certo.
 
Quem colocou Temer no poder? A esperteza de seu partido e do próprio! O desgaste do PT era notório, principalmente com a Lava-Jato em andamento. O que o PT tinha de valioso para o PMDB? O poder popular. O povo acordou e viu que o PT não o representava e passaram a procurar novos caminhos (ou nem tão novos assim). O PMDB se reaproximou da Classe Média e prometeu fazer aquilo que o PT prometeu fazer para a Classe Média e não cumpriu. As reformas feitas por Dilma, no seu breve segundo mandato, como o corte do Seguro-Desemprego, não agradou o povo, e nem a Classe “patronal”, conseguiu desagradar a todos. E era assim, a cada nova proposta. A reforma previdenciária seria lenta, mas chegaria aonde a de Temer quer chegar, mas a de Temer agrada a Classe Média pela “celeridade”, a de Dilma era odiado por ambos. Mas no “Mundo Mágico do PT”, o PT era incaível, nunca mais perderia uma eleição, jamais sofreria um impeachment e que o PMDB nunca o trairia. Enganou-se em tudo! Nas eleições de 2016, o PT sofreu a pior derrota de sua história. Além de tudo isso, viu o Impeachment acontecer e a sua força de influência se resumir ao PC do B, e a parte do PDT e PSOL, e nesse último, só em alguns projetos.
Temer foi colocado pela Classe Média que foi às ruas e exigiram a saída de Dilma.Temer vem fazendo exatamente o que prometeu para tal classe, como as mais distintas reformas (Ensino Médio, trabalhista, previdenciária, tributária e política) e recuperando a economia que foi arrasada pelos erros grotescos do governo Dilma de 2012 para cá. 
Temer merece o Impeachment, pois participou do “saque” realizado aos cofres públicos de 2005 para cá, por não escutar o povo e fazer reformas “extremistas” que prejudicam, principalmente, os mais jovens e os mais velhos. A formação executiva de seu governo chega a ser mais corrupta que a de Dilma, pois reúne o “pior” do governo Dilma com o “pior” de PMDB e PSDB. Isso sem falar na influência forte do Centrão e de Cunha (mesmo preso).
O Brasil vive uma encruzilhada politica entre a arrogância do PT, a falta de atitude do PSDB, a cara de pau do PMDB e do PDT, os “fobismos” do PSC e a falta de uma opção clara e limpa, tanto da esquerda, quanto da direita. Isso sem falar na corrupção evidente existente em todos os grandes partidos brasileiros. Vivemos com a necessidade de mudança, mas as figurinhas do congresso seguem as mesmas. Vida difícil a do Brasileiro!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s