Uma Imagem Qualquer Que Não Sou

No espelho,

existem marcas do tempo,

que provam que o tempo

gosta de machucar.

 

Hoje, eu sei,

que fracassei,

diante aquilo tudo

que planejei.

 

Minhas poesias são velhos clichês,

recheadas de velhas suposições,

misturadas com sentimentos movidos

que não param de mudar.

 

Hoje acordei tão tarde,

que não deu tempo de dizer te amo.

Vivendo uma triste ilusão,

o tempo passa e machuca o coração

 

É diferente, como vivemos hoje em dia.

Se vibra por qualquer palavrão,

se descarta a mais bela poesia

e ainda se busca uma razão

 

Falsa modéstia,

Arrogância estúpida,

o vilão que presta,

o mocinho que muda.

 

Não sei onde que eu me perdi,

quando isso tudo escrevi,

deixei meus dedos digitarem

e a minha essência sumir.

 

Hoje acordei tão tarde,

que não deu tempo de dizer te amo.

Vivendo uma triste ilusão,

o tempo passa e machuca o coração

 

Nossas vidas é uma mentira

ou só mais uma conta pro cartão?

Detalhes… de uma vida mal vívida

com somente bebidas no balcão.

 

Seus olhos me dizem tudo

não adianta negar mais não!

Sou verdade de uma mentira absurda

uma pequena aberração.

 

Mutante de ideias distintas

de tão ouvidas, foi digeridas…

Sou espelho das minhas escolhas,

Nesse momento, não me reconheço mais.

 

Hoje acordei tão tarde,

que não deu tempo de dizer te amo.

Vivendo uma triste ilusão,

o tempo passa e machuca o coração

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s