Palmeiras quase me enfarta, mas vence o Peñarol com gol aos 54 minutos do 2º Tempo

No papel, seria um jogo fácil, já que o elenco palmeirense é muito melhor que o dos uruguaios, porém não existe jogo fácil na Libertadores, ainda mais contra um time tão tradicional como o Peñarol.

No primeiro tempo, o Palmeiras tenta criar boas chances, mas acaba caindo na “catimba” uruguaia, que inclusive, consegue marcar o gol, e deixar a situação preocupante. Que Palmeirense não relembrou o jogo contra o Nacional no ano passado? O time se perdeu e continuou caindo nas provocações.

No segundo tempo, o Palmeiras voltou voando, e com 5 minutos, já havia virado o jogo com gols de Willian e Dudu. Com 11 minutos, pênalti para o Verdão, que Borja desperdiçou. Depois disso, o Palmeiras ainda perdeu outras duas chances: Uma em que a bola foi tirada em cima da linha e outra, em que Willian, perdeu com o gol todo aberto. O castigo veio em seguida, com o empate dos Uruguaios.

A partir daí, bateu o desespero alviverde para garantir a vitória, e para piorar a catimba uruguaia aumentou. Era jogador que não queria sair de campo quando chamado, era jogador querendo cruzar todo o campo para sair, até que um ficou na frente de Dudu, não o permitindo bater uma falta. Se isso não bastasse, o técnico uruguaio ficou a todo momento colocado outra bola em campo. Após um longo tempo de espera, o técnico foi expulso, enquanto isso, o jogador insistiu em ficar a frente de Dudu. Já revoltado, Dudu reclamou com o árbitro, tomando o amarelo, então, o descontrole toma Dudu e este segue a reclamar, tomando outro amarelo e sendo expulso. Nesse momento, todos os jogadores do Palmeiras vão em direção ao árbitro e ao assistente revoltados: “Como assim? O cara fica atrapalhando a falta e quem é expulso, é quem reclamou?” Só nisso, o jogo foi dos 44 para os 50. O árbitro então deu 3 a mais do que prometido, como ele havia prometido 5 minutos, então o jogo ia até os 53 minutos. Porém, ele acabou esticando ainda mais o jogo, indo até os 55 minutos, e exatamente, aos 54 minutos, Fabiano conseguiu achar o tão desejado gol… Enfartei! … Ressuscitei!…. Isso mesmo! Aos 54 minutos do Segundo Tempo, o Palmeiras conseguiu arrancar os 3 pontos no Allianz Parque. Só lembrando, que contra o Jorge Wilstermann, o gol saiu aos 51. Ou seja, o Palmeiras anda testando o cardíaco de sua torcida.

Ao fim do jogo, Felipe Melo relatou que passou o jogo sendo ofendido por Gaston Rodriguez com os termos “Macaco”, como nunca deixa escapar nada, Felipe afirmou, que isso poderia ser um trauma do uruguaio, citando as seguintes palavras: “A Mulher dele deve ter o traído com um negão!”

Além dessa confusão, já tirando as demais que ocorreram durante todo o jogo, houve um principio de briga dentro do setor que leva até os vestiários.

O jogo foi um típico jogo de Libertadores: Muita entrega, muita confusão, catimba e gols heroicos na hora certa! Número positivo: Guerra se tornou o jogador com o maior número de assistências para gol em um único jogo, foram 17, nessa partida.

Próxima partida: Dia 26, em Montevidéu. Caso vença, o Palmeiras encaminharia a classificação, e poderia se classificar, caso o Tucuman não vencesse o Jorge Wilstermann.

É muita emoção para um ser humano só.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s