Coxinhas e Mortadelas – Capítulo 7

Capítulo Anterior

 

Chegamos no dia da votação do Impeachment, era 17 de Abril de 2016, um domingo. Nossos heróis estavam em Brasília desde o dia 11 de Abril. Porém, eles mal conseguem se ver, ambos estavam muito envolvido nos acontecimentos políticos. Taiana era uma das líderes do lado vermelho e Juliano, do lado azul. Os dois ficaram indignados quando a polícia anunciou o levante do muro que iria dividir os “lados”, mas não podiam fazer nada, e ao verem como se comportavam seus colegas, acharam até importante a divisão para evitar a violência após a divulgação do resultado final.

Antes da votação, Taiana e Juliano se encontraram por cima do muro, os dois se beijaram, e alguns casais também fizeram o mesmo. Porém a grande maioria, achava ridículo um coxinha e uma mortadela se beijando, dois “traidores” do movimento.

Durante a votação, a cada “SIM”, ficava evidente que o governo Dilma começava a se encerrar. A cada “Sim”, lágrimas escorriam no rosto de Taiana e sorrisos surgiam no rosto de Juliano. Miguel e Luana tentaram se aproveitar do momento para arrancar “pedaços” destes, mas não conseguiram. Juliano estava numa euforia só e só queriam saber de cantar e gritar como comemoração. Taiana já estava sentada no gramado e só chorava, queria ninguém por perto. Os dois protagonistas mostravam bem o retrato do ocorrido nos lados dos muros. Antes mesmo do “Sim” derradeiro, muitos mortadelas já haviam se retirado dali. Do outro lado, o inverso, mesmo após o “Sim” derradeiro, muitos não queriam arredar o pé dali. Dilma estava “virtualmente” deposta, faltando somente as votações no Senado, onde o governo sabia que não tinha força. Era o fim da era Petista!

Na Segunda-Feira da Ressaca, Taiana e Juliano se encontraram, mas não discutiram. Ele consolou sua amada que estava triste com carinhos e presentinhos carinhos. Ela reconheceu a vitória na Câmara, mas que estava ciente que no Senado, o “golpe” não passaria. Juliano pediu para eles não falarem daquilo, naquele momento, e só aproveitarem um pouco de Brasília. Ela concorda.

Os amigos de Juliano e Taiana se encontram e formam uma aliança, tipo a formada entre Democratas e PC do B nas eleições de Fortaleza. Eles tinham um objetivo específico, separar o “casalzinho”, era inadmissível ver aquela cena deplorável e politicamente incorreta. Miguel “Che” e Luana “Tasso” sabia que Taiana e Juliano tinham sido feito para eles. O acordo foi fechado e eles iriam fazer o “impeachment” daquele casal. O amor não poderia está a frente da política.

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s