Não Sou PT e Apoio a Greve Geral

Chega de viçagem! Essa é a palavra mais correta para explicar o que ocorre nas Redes Sociais. As pessoas estão cegas, loucas e sem argumentos para discussões lógicas. Primeiramente, porque para eu gritar “Greve Geral” tenho que gritar “I Love Lula”? Não vejo uma coisa ter ligação com a outra. Lula e o PT colocaram todos os PMDBistas que estão lá, foi ele que pediu voto para Calheiros, Lobão, Eunício e até para Sérgio Cabral!!!! O PT poderia ter um vice-presidente petista ou comunista (do PC do B), mas por opção de Lula, se colocou Temer. O PT negou a crise, apesar das manifestações de Rua e dos índices econômicos desfavoráveis. O governo Dilma foi uma tragédia na economia, em todos os aspectos, e mereceu cair por todos os motivos lógicos existentes que já foram citados em outros diversos posts desse blog.

Eu apoiar a Greve Geral e ir às ruas, é ser contra medidas que visam precarizar a condição de trabalho, para que se gaste menos com empregados e lucra-se mais em cima da “Mais Valia”, ou seja, explora-se mais para lucrar uma margem maior. É tão lógico! Eles querem manter o Brasil como uma “colônia de mercado” do capital estrangeiro. O governo como não pode oferecer infra-estrutura ou um plano político econômico seguro para os investidores internacionais, então, pretende atrair capital oferecendo farta de mão-de-obra barata.

A reforma da Previdência poderia ter foco nos altos salários dados a políticos ao deixarem um cargo eletivo, por exemplo. Porém o governo quer que o povo pague pela conta! Assim o povo, além de ter que trabalhar mais para ganhar menos, ainda terá que ficar mais anos nessa situação inadmissível. Além disso, lembremos do assalto aos fundos de pensões que, com certeza, auxiliaram nesse déficit da previdência. Agora culpar o trabalhador, que mal recebe um salário mínimo por um rombo bilionário. Tem algo errado!

Os políticos querem que você pense dividido, querem que a população não pense nos projetos, mas no “lado” que representa. O governo diz que a greve é coisa de petista, e os petistas dizem que só com eles, os direitos dos trabalhadores serão respeitados, quando eles já haviam atacado o “Seguro-Desemprego”, o “Auxílio-Doença” e entre outros direitos.

Resumo, meu povo! Nenhum deles estão com a gente! Nós temos que lutar por nós! A greve é nossa! A Greve foi convocada por eles, organizada por eles, mas a gente tem que mostrar que essa greve é nossa! Que essa greve é do trabalhador! Lembrem-se: Que nenhum empresário e quase nenhum político está 100% pensando no trabalhador , e essa greve será uma resposta não só ao Temer, ao Doria, ao PSDB, é uma resposta que não aceitaremos qualquer coisa por nosso honroso suor. Queremos trabalhar, mas queremos condições justas para isso. Queremos salários, queremos direitos, queremos ter tempo pra almoçar, queremos receber pela hora-extra, queremos ter Férias em 30 dias, depois de mais de 300 dias ralando. Não somos vagabundos, nem preguiçosos, só exigimos que mantenham o que é nosso de direito!

Não é por Lula (que vá preso), não é pelo PT ou por qualquer sindicato, é pela gente! É hora da luta! Greve sim e nenhum direito a menos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s