Parabéns, Ferroviário!

Ano passado, neste mês, o Ferroviário estava disputando com Horizonte, Alto Santo e Floresta, duas vagas na Série A do Cearense deste ano, ou seja, jogando a Série B do Estadual. Ao fim, ficamos em terceiro, devido aos vários W.O’s que beneficiaram o time jaguaribano do Alto Santo. Porém, no início de 2017, o Alto Santo desistiu de disputar o estadual, alegando não ter condições financeiras para a disputa do campeonato, abrindo uma vaga, que ficou com o Ferroviário.

Depois de 2 anos na Segunda Divisão, o Ferrão passou a superar meta por meta dentro do estadual. Na 7ª Rodada, ao vencer o Tiradentes, no Castelão, garantiu a permanência na Série A Cearense. Nas Quartas-De-Finais, nos pênaltis, bateu o Horizonte, rival de segundinha, e garantiu a vaga na Série D do Brasileirão de 2018, retornando a um torneio nacional após 9 anos. Nas Semifinais, com uma vitória e dois empates, eliminou o Fortaleza, carimbando vaga na Copa do Nordeste e Copa do Brasil de 2018. O Ferrão não jogava certame regional desde 1999 e o torneio mais democrático do país desde 2004.

Não vencemos o Estadual, 2 derrotas para o Ceará, e fomos Vice-Campeões… Mas sim! Fomos Vice-Campeões Estaduais, triste por perder a final, mas felizes por alcançar uma colocação que não vivíamos desde 2003, e por jogarmos uma Final, onde não aparecíamos desde 1998.

Este elenco formado, praticamente, por jovem jogadores, somado a experiência de Mota, Erandir, Batata, Jeanderson e outros, tornaram o nosso imbatível no mata-mata, com derrotas somente nas finais, e na fase classificatória, só perdemos 2. Verdade, que empatamos bastante, mas também vencemos, quando era necessário. O time se superou a cada jogo, caiu na graça da torcida, que acreditou no título, mas que apesar do Vice, reconhece que tivemos heróis, que conseguiram fazer do “convidado”, a sensação do torneio.

Parabéns a Vitinho, Maxuel, Valdeci, Mauro, Mimi, Mota, Moises Lucas, Tony Belém, Gustavo, Batata, Mauro, Túlio, Erandir, Glauber, Jeanderson, Jonathas, Assisinho, a comissão técnica inteira, desde Marcelo Vilar a Vladmir de Jesus, todo o elenco, a diretoria e a todos, que unidos, conseguiram superar as dificuldades do caminho, os problemas políticos do período pré-temporada, da formação de elenco quase em cima da estreia, onde quase não houve tempo para trabalhar os aspectos físicos dos atletas. Tudo foi superação, e essa garra e raça nos colocou, onde merecíamos. Estámos de volta aos maiores do estado, voltamos ao cenário nacional, agora é se organizar e pensar (demais) em 2018, vamos ter muito trabalho e isso é bom demais!

Salve, Salve o FAC! O Time dos Maiorais! Ferroviário Atlético Clube, o dono das iniciais!

Valeu, Ferrão! 2017 foi o ano da volta do mais simpático clube do país! O meu amor cearense, o time que aprendi amar em 1998, e nunca mais larguei!

Parabéns Ferroviário! - Dexaketo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s