Pobre Poesia

Pobre poesia

nem tem culpa de ser escrita por mim!

Um pobre cearense

morador do Pirambu,

que ao invés de dormir,

escreve rimas a perder de vista

e perder o sono também!

 

 

Pobre poesia,

que desgasta sua imagem,

ao ser postada em um blog

não-especializado,

a pobre mal será notada

diante as beldades

e a política com futebol.

 

 

Pobre poesia,

que ao invés de ser escrita por alguém famoso,

é escrita por um ser desconhecido,

que de sabido tem nada!

Poderá está em algum livro,

que poucos irão ler.

 

 

Pobre poesia,

fonte de meu desabafo,

fonte de minha tristeza

que chora ao ver

tão poucos views.

 

 

Oh, nobre poesia modesta!

Não fique triste,

se ninguém te notar.

Tu és bela como és,

independente de onde esteja.

És sincera e verdadeira,

a mais linda das poesias brasileiras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s