Coxinhas e Mortadelas – Capítulo 9

Capítulo Anterior

 

Era 10 de Maio de 2016, o Senado votava o primeiro ato do Impeachment na casa, no qual eles decidiriam se aceitavam ou não, o requerimento vindo da Câmara dos Deputados. Na votação que durou quase 24 horas, os senadores aceitaram o requerimento e Dilma foi afastada do cargo,  com Temer assumindo, provisoriamente, a presidência até ali.

 

Nas ruas, a notícia já pouco importava ao cidadão comum, pois este já sabia que se passasse na câmara, no senado era só “cumprir o rito”. Mas para os mobilizados ainda havia chance de salvar Dilma ou “enterrar” seu mandato de vez. A turma de Taiana já havia organizado uma manifestação pró-Dilma, para demonstrar aos senadores, que o povo ainda tava com Dilma, que ela havia sido eleita democraticamente por 54 milhões de brasileiros. Por outro lado, a turma de Juliano já organizava outra manifestação, mostrando que o povo tinha se arrependido da escolha nas eleições e exigia a queda da presidente. Quando saíam de seus comitês, Taiana e Juliano esqueciam a política e só namoravam. Quando conversavam, logicamente, o assunto vinha a tona, mas quando ameaçava esquentar, os beijos surgiam e a discussão cessava.

Dandara ainda estava revoltada com o namoro de Taiana com um “golpista”, resolveu agir só, pois “coxinhas” não sabem agir de verdade, só vivem dentro do condomínio, sabem nada da vida, isso segundo a própria. Dandara pagou um amigo para “assaltar” o casal de namorados. Na concepção dela, Juliano iria fugir, porque ele é coxinha e coxinha é covarde, ia deixar Taiana lá e ela iria ficar revoltada, terminando assim o namoro. Porém, Dandara não sabia que Juliano era lutador de Jiu-Jitsu. Quando o “ladrão” chegou, Juliano o pegou pelo pulso, e em poucos segundos, o imobilizou. Juliano pede para Taiana chamar a polícia, pois aquele ladrão não escaparia, porém, como um delator da Lava-Jato, este resolveu entregar tudo, disse que não iria assaltar ninguém, era só um plano da amiga da moça para separar o casal. Juliano pergunta quem é a moça, o bandido avisa que só dirá se solto, Juliano aperta ainda mais o golpe no ladrão, que para evitar de “morrer sufocado”, entrega Dandara. Então, Juliano solta o cara, que ganharia fácil de Usain Bolt naquele momento. Taiana fica abatida, apesar de supor que seus amigos não a queriam com Juliano. O “coxinha” deu uma ideia para a “mortadela”: “Que tal fingirmos que acabamos por causa da votação de hoje no senado?” Ela vota com o relator e os dois assinam aquela Medida provisória com um beijo.

Ao chegarem em seus comitês…

Anúncios

Um comentário sobre “Coxinhas e Mortadelas – Capítulo 9

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s