Um Pouquinho de Amor Não Faz Mal a Ninguém – Capítulo 50

Capítulo Anterior

A polícia chega na casa da bela jornalista, ela estava naquele momento, vendo o Corujão. Sem entender o que estava acontecendo, ela pergunta o que era aquilo. O policial afirma que só quer saber se ela sabe onde mora o seu namorado. Ela afirma não ter namorado! O policial disse que um pedófilo estava usando o carro no nome dela. Ela afirma que somente o noivo dela usava o carro dela, porque ela não dirigia, e ele não era pedófilo. O sargento inteligentemente pede para mostrar um vídeo para ela. A jornalista permite. Ela percebe que o “motoboy” estava com a polícia. Ela seguia sem entender nada.

Quando o vídeo começa a rolar, ela fica assustada com o que ver. Ela estava assustada, pois o noivo que ela conhece jamais seria capaz de fazer aquilo. O sargento pergunta novamente se ela sabe onde ele mora. Ela entrega o endereço dele, a polícia se direciona até lá. A jornalista confusa pergunta o que o motoboy fazia com a polícia, o sargento afirma que ele entrou o CD com o filme. Ela, então, quer saber como ele conseguiu o filme e ele conta exatamente o que contou para a polícia. Ela fica destruída, o grande amor de sua vida, era um pedófilo, que ainda a traía com outra. Antonio pensa em ficar lá para consolar o seu amor, o sargento libera Antonio, principalmente, pelo risco que ele corria, caso o pedófilo o visse.

A jornalista, em prantos, começa a desabafar com o motoboy, assim chamado por ela. Ele diz que seu nome é Antonio e ela afirma que seu nome é Sabrina. Antonio, então, tenta consolar Sabrina com belas palavras, mas a mesma estava abalada, nada diminuía sua tristeza. Ela, então, disse que o motoboy poderia dormir ali, já que estava tarde. Ele se acomoda em uma rede na sala, mas não aguentava ouvir os choros de Sabrina, que vinham do quarto dela. Ele, então, vai até o quarto dela e disse que ela não podia gastar as lágrimas delas com aquele “otário”, que ela era linda, uma mulher poderosa, famosa e inteligente… ele não merecia aquela mulher perto dele. Sabrina pede um abraço, sem maldades, de Antonio. Ele a abraça com todo o carinho que lhe sentia por ela. Ela sorri e diz que estava mais calma agora com aquele abraço e com aquelas palavras. Antonio, respeitosamente, volta para a rede. Sabrina se deita e dorme.

Ao amanhecer…

 

Anúncios

Um comentário sobre “Um Pouquinho de Amor Não Faz Mal a Ninguém – Capítulo 50

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s