Coxinhas e Mortadelas – Capítulo 10

Capítulo Anterior

 

Ao chegarem aos comitês, do lado petista, Taiana finge um choro profundo, com lágrimas e tudo. Suas amigas tentam descobrir o que era. Taiana afirma que ela e o Juliano foram assaltados e após aquele assalto, eles foram merendar e ela descobriu que ele é a favor da pena da morte. Enquanto isso, Juliano chega revoltado em seu escritório e berrava aos amigos que Taiana era idêntica a todos os petistas, uma “defensorazinha de marginal”. Como eles desconfiavam de um conluio, então combinaram a mesma história a ser dita. Sem saber da farsa, Dandara comemorava o seu “tiro certeiro”.

Para evitar problemas, os dois passaram a se encontrar no Shopping Parangaba, no último andar, onde fica o estacionamento. Lá, eles namoravam dentro do carro mesmo, assim ninguém os viam. Observação: Namoro sem sexo, mas se agarrando MUITO dentro do carro. Ao saírem de lá, ele saía no carro e ela ia a pé. No dia seguinte, ele passava a 3 esquinas do comitê do PT, e lá iam eles para outro Shopping/Estacionamento. E assim, os dois passaram a namorar escondidos. Não tinha golpe que fizesse um impeachment naquele relacionamento.

Teoricamente solteira, toda vez que estava no comitê, Taiana tinha que aguentar as abordagens de Miguel “Che”. Luana “Tasso” também passou a ser mais ousada com Juliano. Ambos fingiam que “não voltavam com ex”, para despistar os chatos. Até que um dia, Juliano chegando cedo no escritório, encontra Luana vestida só com um terno e uma calcinha do FORTALEZA ESPORTE CLUBE. Ela olha para ele e pergunta se ele resistiria, ainda perto da porta, ele sai da sala, tranca Luana e vai embora. Olivier ao ver o desespero do amigo, pergunta o que houve. Juliano vira para o amigo e diz: “Chama o Edir Macedo, que o demônio está nessa sala.” e sai até do prédio.

Taiana estava indo para o comitê, quando uma loirinha o aborda: “Você é a petralha que fez meu irmão se apaixonar?” Ela diz que eles se separaram. A loirinha empurra a morena para dentro de um dos bequinhos que tem no Benfica e diz: “Não precisa mentir pra mim. Ele confia em mim. Olha, meu irmão nunca prestou, aquela Luana Tasso, foi mais traída que o Tasso pelo Ciro, você tá fazendo um milagre nele, ele anda mais concentrado, mais carinhoso, mais feliz… Te peço, não o larga!” Depois de emanar tais palavras, a loirinha sai dali, sem nem ao menos se identificar. Taiana sabia que teria uma pergunta a fazer quando visse Juliano mais tarde.

A história seguia, Temer anunciava que iria promover um pacote de reformas necessárias para mudar o país. Protestos ocorriam contra o novo governo, mas quase sem expressão diante os 6 milhões da MBL. A segunda parte do processo de Impeachment já ocorria, Dilma sabia que o seu governo já tinha se acabado, apesar de seguir acreditando que podia retornar. Era como Luana Tasso e Miguel Che, que apresar de sofrerem o impeachment de Juliano e Taiana, ainda acreditavam que podiam retornar ao coração de seus correlegionários amados.

Próximo Capítulo, vamos correr na história, para acompanhar a história do  processo de Impeachment. Aguardem!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s