Uma Poesia para o nada

Nada…

Estou aqui fazendo absolutamente nada…

Nada é bom quando se faz muito…

Nada todo dia é um nada.

 

Nada atrasa…

Nada prejudica…

Nada dá sono…

Nada é uma merda.

 

Hoje faço nada,

logo a tristeza me comove,

a depressão me abraça

e a solidão conversa comigo.

 

Chega de nada!

Chega de ociosidade morta!

É o fim do nada

É o início do tudo!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s