Tinha Tudo Para Ser Uma Poesia De Amor

Só queria te escrever alguns versos,

mas estes versos se tornaram poesias…

Da primeira à última palavra,

tudo em você, se resumia.

 

Eram histórias de amor,

que pouco se relatavam.

Uma história de amor,

que ninguém notava.

 

Um vazio em meu peito,

uma alma em silêncio,

os hormônios explodiam

e a vida nos reaproximava.

 

 

Quem me dera falar mal do amor,

por causa de breves momentos de solidão.

Quem me dera fazer postagens apaixonadas

só porque tu apareceu em meu coração.

 

É difícil lidar com um sentimento

que não quer saber de sua essência,

que só quer pedir licença

para puder amar o outro.

 

 

É ter cuidado para não machucar

e de vez, maltratar, quem ainda lhe quer bem.

É saber encontrar as palavras,

para a poesia e o romance não serem mal compreendidos.

 

 

O amor não é enlatado

e isso incomoda.

A falta de um manual de instruções

enlouquece quer vive por padrões.

 

 

A vida é muito complexa

para caber em uma mera poesia

da qual o autor

nem se quer sabe o que está escrevendo.

 

 

Porém este sabe

que o amor merece muito mais

que a atenção

que se fala hoje.

 

 

Não adianta ouvir músicas apaixonadas,

ler poesias de amor

e no final das contas,

viver só.

 

 

A vida é o amor,

o amor e a vida.

Ninguém ama a si próprio

se proíbe o próprio coração de amar outra pessoa.

 

 

Viva! Ame!

E antes que a poesia acabe…

Seja para alguém

o que tanta anseia em outra pessoa.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s