Quem disse que todos amamos igual?

Cada coração tem sua história,

tem suas feridas…

alegrias, desejos…

Que cada coração mereça ser respeitado!

 

Alguns corações querem o amor eterno,

outros preferem os amores passageiros..

Alguns corações colecionam outros,

outros preferem nem se envolver!

 

Tem corações heterossexuais,

homossexuais, bissexuais e até assexuais!

Há quem consiga amar a todos

e quem prefere guardar ninguém lá!

 

Tem corações que preferem amores platônicos,

e corações que preferem amores sexuais…

Há quem diga que corações não sentem nada

e tudo é uma ilusão da mente!

 

Dizem que o coração não deve ser escutado

pois ele não raciocina,

mas o que seria do ser humano

se não se emocionasse?

Se não se apaixonasse?

Seríamos meros mamíferos

a pastar por este planeta magnífico!

 

Viva a capacidade de amarmos de todas as maneiras,

de amarmos como queremos e podemos!

Viva o amor que espera

e o que se esbalda!

Viva quem se joga nas paixões

e quem prefere ser cauteloso!

Viva quem vive o amor sem medo de amar,

viva quem saiba viver o amor como é digno deste.

 

Ame como quiser e puder…

O amor é uma dádiva

e deixe o seu coração dizer

como você deve amar…

Ame todos os dias,

como estiver preparado para vivê-lo

e somente assim

sentirás vida por suas veias e alma.