Um governo que tem no Executivo, um presidente que vende até a alma para permanecer onde está e um legislativo formado por ruralistas, corruptos e muita gente hipócrita, no que poderia dar? Agora já sabemos a resposta: Corrupção, Retrocesso e Covardia.

A corrupção ocorre no puro “escambo” por troca de cargos em pleno na votação contra corrupção do presidente, ou na compra de votos notória entre membros do governo e a base aliada. Quarta-Feira (25) presenciamos o adiamento da votação sobre o prosseguimento da acusação de corrupção do presidente por 9 horas, simplesmente, por partidos da base estarem esperando o valor exato das “emendas” que os partidos ganhariam ao salvar um presidente notavelmente envolvido em escândalos de corrupção na operação Lava-Jato. Verdade seja dita, tais deputados chegam a dar mais nojo que o próprio Temer em meio a toda essa lama.

O congresso é formado, em sua maioria, por homens e mulheres hipócritas, sendo estes pertencente a grupo de fazendeiros, líderes religiosos e “relíquias” da política que falam em moral, ética e Deus, mas são os primeiros a se envolverem em escândalos e a produzirem corrupção.

O retrocesso ocorre quando esse grupo de “sacanas” conseguem do governo central parte da Amazônia e do Pantanal, para desmatarem, o direito de escravizar, além de conseguirem perdão de dívidas milionárias na previdência em meio a tal reforma que o governo quer aprovar nessa área.

O congresso quer aprovar a redução da maioridade e legalizar a venda de armas, mas não criam nada eficiente para reduzir a violência. Um país que corta os gastos com a educação e aumenta com os deputados e agregados, não é um país sério. Um congresso que quer pôr fim ao Uber e outros aplicativos de caronas, mas que não criam nada de eficiente no transporte público e ainda prejudicam o transporte particular encarecendo com frequência o preço da gasolina, devido ao rombo na Petrobrás causado pelos mesmos que estão lá.

Recentemente, o Congresso manteve a regra eleitoral existente, onde um “puxador de voto” reelege diversos criminosos para a Câmara, principalmente, pelas coligações inchadas, onde partidos fecham alianças visando o tempo de TV na propaganda eleitoral, envolvendo nessas trocas muito dinheiro, igualmente ao que ocorreu no caso da salvação de Temer.

Existem políticos piores que Temer, e eles estão em sua maioria no congresso e deverão ser reeleitos na próxima eleição, pois com o dinheiro apurado nos últimos anos devem comprar “votos à granel” pelo interior do país, se aproveitando da miséria e da deseducação política do povo. Esses pilantras não querem saber da situação do país, são mamadores que sugam o dinheiro do povo para enriquecerem e acumularem poder descaradamente, arruinando o desenvolvimento do país em todos os aspectos.

Temos o pior congresso do mundo!