Um país perdido

no mantra de um povo alienado.

Entregue a bandidagem,

sejam as facções ou o congresso.

 

Sobem condomínios com segurança particular,

bairros planejados,

lojas interiores

um estado dentro do estado.

 

Sobem favelas com segurança particular,

facções articulam os negócios,

quem mora aqui, não vai lá,

um estado dentro do estado.

 

O estado finge não ver,

segue a contar o dinheiro vindo dos impostos,

repartem entre eles a grana…

Não tem dinheiro para o chamado resto.

 

Um país enraizado na hipocrisia,

que se preocupa com quem o gay tá na cama,

mas deixa de lado, a real preocupação…

Uma lástima tal situação!