A PRODUÇÃO CIENTÍFICA EM EDUCAÇÃO FÍSICA DE 2001 A 2010: CAMINHOS DA CONSTRUÇÃO DE UM CAMPO

Resumo

Este estudo objetivou compreender a produção de programas de pós-graduação stricto sensu em Educação Física, no período de 2001 a 2010, tendo como pano de fundo as “regras do jogo científico” vigentes no campo. Foram selecionados 1.398 trabalhos, entre dissertações e teses, dos programas de pós-graduação: USP, UNESP, UFRGS, UNICAMP e UGF. A análise dos dados foi realizada a partir dos enfoques temáticos: biodinâmico, sociocultural e pedagógico. Os resultados revelaram a predominância do viés biodinâmico, cuja concentração de estudos reside, principalmente, nos programas da USP, UNESP e UFRGS. Já a temática sociocultural foi identificada com maior incidência na UNICAMP e UGF. O enfoque pedagógico foi encontrado em menor proporção em todos os programas. Uma análise a partir de Pierre Bourdieu apontou que a política da pós-graduação da Área 21, referendada e incentivada pela Capes, e seus impactos no campo têm favorecido essa construção do campo científico da Educação Física.

CLIQUE AQUI E LEIA O ARTIGO COMPLETO

AUTORES: Pedro Henrique Zubcich Caiado de Castro, Alan Camargo Silva, Luis Aureliano Imbiriba Silva, Sílvia Maria Agatti Lüdorf

ANO: 2017

QUALIS: A2

Referências

DE CASTRO, Pedro Henrique Zubcich Caiado et al. A PRODUÇÃO CIENTÍFICA EM EDUCAÇÃO FÍSICA DE 2001 A 2010: CAMINHOS DA CONSTRUÇÃO DE UM CAMPO. Movimento, v. 23, n. 3, p. 869, 2017.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.