Sonho realizado! Depois de 23 anos, o Ferrão voltou a ser campeão, e dessa vez, foi um título Nacional!

Fica o desabafo de quem há 2 anos, estava sofrendo numa Segunda Divisão Estadual, após o trauma do rebaixamento de 2014 e da permanência em 2015. Em 2016, vimos o acesso escapar após o empate com o Horizonte no PV. Mas desde o ano passado, o famoso 2017, a história mudou. O Alto Santo desistiu, voltamos para a Série A Cearense, e pouco tempo depois, éramos vice-campeão estadual depois de 19 anos, e ainda garantiríamos presença no Nordestão, na Copa do Brasil e na Série D deste ano.

 

Não fomos bem no Estadual e nem no Nordestão, mas já na Copa do Brasil fizemos história. Chegamos em uma inédita 4ª Fase, sem falar no épico jogo na Ilha do Retiro diante o Sport.

Ferroviário Campeão - Brasileirão Série D 2018 - Dexaketo

A Série D começou difícil! Aos trancos e barrancos, conseguimos passar da 1ª fase invictos e líder de nosso grupo, porém sem nenhuma vitória em casa. Entre a fase de grupos e o “mata-mata”, a diretoria trocou o Maurílio por Marcelo Vilar, o treinador que começou esse trabalho de resgate lá em 2017.

No “mata-mata” coroamos nossa casa, e o Castelão foi abençoado como o nosso lar e as vitórias nele, foram fundamentais para chegarmos onde chegamos.

Veio o difícil jogo contra o Cordino, quando a vaga só veio no fim do jogo, depois contra o Altos, quando conseguimos se garantir após vencermos bem lá no interior do Piauí. Contra a Campinense, fizemos nosso melhor jogo no Castelão, mas na Paraíba sofremos, e o acesso só foi confirmado nos pênaltis. Contra o São José, garantimos a classificação no jogo no Castelão, sofremos em Porto Alegre, mas superamos o preconceito e a pressão deles. Na Final, o título foi definido na ida, quando no Castelão, atropelamos o Treze. Na volta, jogamos com o regulamento, mostramos força defensiva e conseguimos trazer o campeonato brasileiro para a Barra do Ceará!

 

Edson Cariús, o artilheiro dos momentos decisivos. Janeudo, a mente da equipe em campo, juntamente com Juninho Quixadá, que infelizmente não pode jogar as Finais. Gleibson, que aproveitou a oportunidade e foi fundamental para o acesso, principalmente no jogo diante a Campinense. Afonso, André Lima, Erandir, Tulio, Sávio, Lucas Mendes… a defesa que deu susto na primeira fase, mas se consolidou na reta final. O time todo teve alma de campeão, mostrou o quanto é importante jogar unido e sem estrelismos. Um elenco que mereceu entrar para a história do clube no inesquecível ano de 2018!

Nossa torcida MARAVILHOSA também mereceu esse título. Só quem é Ferrão, sabe como foi complicado esses últimos anos, mas seguimos firmes, presente no estádio da Série B Cearense até a conquista do título Nacional na Paraíba.

O Amigão, estádio onde comemoramos o acesso e o título. Quem diria que um estádio na Paraíba entraria para nossa história!

Esse é o maior título de nossa história e não somente por ser nosso primeiro título nacional, mas por ser o primeiro título após voltarmos do inferno. Ainda tem muito o que ser feito, mas que esse título nunca sairá da mente e do coração  do torcedor Coral, isso é verdade!

FERRÃO CAMPEÃO BRASILEIRO!!!!

Ferroviário Campeão - Brasileirão Série D 2018

 

Anúncios