Em meio as festividades do fim de ano, o retorno da maior premiação da história do futebol. Nada se compara a Premiação do Racha utópico no blog. Uma premiação isenta, que utiliza dos mais modernos critérios de observação para definir o vencedor de cada prêmio. Veja quem foram os premiados do último sábado (29), das partidas ocorridas na Arena Welton Pinheiro, o Pinheirão, entre as 15:10 e 18:00.

Gol Isis Valverde (+Bonito) – Carioca

Prêmio André Angelo (Melhor Jogador) – Txai

Prêmio Tanque do Rodolfo (Artilheiro) – PC/Txai – 12 gols

Prêmio Michell Gomes (Mais Gaiato) – Kilson

Prêmio Reno Mondragon (Melhor arqueiro) – Felipe Gaspar

Prêmios Oseas (Melhor Gol Contra) – Seu Ivan

Prêmio Neymar (Fominha) – Dexa

Prêmio Coelce (Melhor Choque) – Thyago André e Felipe Gaspar

Prêmio Felipe Melo (Mais Faltoso) – Thyago André

Prêmio Novela das 8 (Momento Mais Marcante) – O Racha ter quase 20 pessoas

Prêmio Deivid I (o gol mais perdido) –  Carioca

Prêmio PC, o Mito (Mais Polêmico) – PC (Não que ele tenha sido, é apenas pra manter a tradição) e Renan (Por vender o nosso craque para o Futebol chinês)

Prêmio Seta Pra Baixo (abaixo da expectativa) – Thyago André (Não que ele tenha jogado ruim, mas porque não jogou contra o PC mais de uma vez atuando como goleiro)

Prêmio Alexadre Mattos (Melhor Manager [montador de equipe]) – Thyago André (Porém não participou do time que montou por culpa do Destino)

Prêmio Palmeiras (Melhor time) – Felipe Gaspar; Vinicius, Txai e Dexa (9 vitórias, com 8 jogos sem tomar gol)

Anúncios