Capítulo Anterior

Ao ter Dátolo entre seus amigos de Facebook, Raquel não perdeu tempo, e logo, mandou uma mensagem, mas para sua tristeza, Dátolo não respondeu e nem se quer visualizou. Além disso, ela percebeu ao ver o perfil dele, que ele era um homem casado… Mas e daí? Ela o queria, ela o desejava, pouco se importou se ele tinha uma esposa, aliás, isso lhe deu uma ideia completamente safada do que fazer para tê-lo. Ela enviara a seguinte mensagem: “Oi, bb! Amei aquela noite! Você foi muito gostoso! Quando quiser de novo, só marcar!” Após enviar a mensagem, uma risada demoníaca saiu de sua boca, ela sabia o que tinha feito.

No dia seguinte, uma mensagem apareceu no messenger de Raquel, na qual havia escrito: “Olha aqui, sua vadia! Eu sou a esposa de Dátolo e peço para que nunca mais invente algo como isso. Dátolo nunca passou uma noite na rua desde que nos casamos. Porém se deseja tanto ele, vem aqui em casa, estamos loucos para fazer um ménage, e pelo que vi em seu perfil, você é uma delícia!” Raquel se assustou com aquilo, aliás, nunca imaginou que isso poderia acontecer. Mas ela estava com muito tesão em Dátolo, e se para matar o desejo, fosse necessário aceitar o convite, ela iria topar, e foi o que ela fez. Trocou as mensagens necessárias com a esposa de Dátolo para definir data, hora e local.

Era chegado o tal dia, Raquel já estava na entrada do Shopping Benfica, a espera do casal de safadinhos. Dátolo e sua esposa, Ellen, chegaram juntos num carro branco, e nem se quer desceram do carro, só chamaram Raquel, que rapidamente, entrou no carro e partiu para aquela que seria a noite mais safada de sua vida.

Quando chegam no Motel Le Chalet…

 

CONTINUA NO PRÓXIMO CAPÍTULO!