Letra

Será que você gostou
Desse terno que eu comprei
Parece um fraque de um Mandrake
Foi no centro que eu achei
Será que você gostou
Dessas meias de algodão (uh uh uh)
Disseram que no inverno esfriam
E esquentam no verão (uh uh uh)
Vou combinar com meus sapatos
De couro de cascavel
Botar no bolso uns cubanos
Que me deram lá no motel
Eu hoje sou cabra da peste
Sou mute lá no Correia
Nem cult nem cafajeste
Só lobo na lua cheia
Será que você gostou
Desse anel daqueles hippies
Parece a gema dos seus olhos
Irriquietos acepipes
Vou combinar com uma gravata
De peixes orientais
Botar no bolso um pente de osso
E umas ervas naturais
Eu hoje sou cabra da peste
Sou mute lá no Correia
Nem cult nem cafajeste
Só lobo na lua cheia
Capa, bengala e cartola
Ela tem lábios de mola
Pega o jaleco e vamo’ embora
Vê se liga qualquer hora
Capa, bengala e cartola
Ela tem lábios de mola
Pega o jaleco e vamo’ embora
Vê se liga qualquer hora
Será que será
Será que será
Será que se-será
Que se-será que será
Será que será
Será que será
Será que se-será
Que se-será que será
Será que você gostou
Desse terno que eu comprei
Parece um fraque de um Mandrake
Foi no centro que eu achei (uh uh uh)
Vou combinar com meus sapatos
De couro de cascavel
Botar no bolso uns cubanos
Que me deram lá no motel
Eu hoje sou cabra da peste
Sou mute lá no Correia
Nem cult nem cafajeste
Só lobo na lua cheia
Capa, bengala e cartola
Ela tem lábios de mola
Pega o echarpe e dá o fora
Vai chover marido agora
Capa, bengala e cartola
Ela tem lábios de mola
Pega o jaleco e vamo’ embora
Vê se liga qualquer hora
Será que será
Será que será
Será que se-será
Que se-será que será
Será que será
Será que será
Será que se-será
Que se-será que será
Capa, bengala e cartola
Ela tem lábios de mola
Pega o echarpe e dá o fora
Vai chover marido agora
Será que será
Será que será
Será que se-será
Que se-será que será
Compositores: Samuel Rosa De Alvarenga / Francisco Eduardo Fa Amaral