Amor Amaldiçoado

O que atrevo escrever

diante versos que mentem ,

que atraem,

mas são incoerentes no querer!

 

Intensa paixão

que jamais será vivida,

que jamais terá vida,

Morta no coração, viva no inconsciente!

 

Quem me dera não sentir,

Quem me dera eu mentir,

Quem me dera…

 

O sorriso fingido,

O traço tingido

de um amor amaldiçoado!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.