A Imperatriz Leopoldinense fez um descontraído desfile na Sapucaí, sendo a sexta a atravessar a avenida do samba. A escola veio falando de dinheiro e sua influência na vida humana.

Entre os pontos positivos estão, novamente, a bateria e a harmonia da escola. Outro ponto forte foi a comissão de frente com o personagem, que corria em torno da alegoria jogando “dinheiro” para o público.

Entre os pontos negativos, o início ruim da escola devido o problema que teve para colocar o abre-alas na avenida. Esse problema fez a escola frear e abrir buracos nos primeiros setores. Além disso, a escola desfilou com o seu abre-alas tendo suas partes amarradas por um cordão por todo o trajeto, isso pode trazer problemas no quesito Alegoria e Adereços.

No demais, o desfile da Imperatriz foi leve, cativante e alto-astral. Soube como passar o recado!