Paraíso do Tuiuti passa com total irreverência contando a história de Iôiô e fazendo referências a disputa política aos dias atuais, em referência clara a disputa eleitoral de 2018.

Entre os pontos positivos, a escola passou bonita, caprichada e com o chão forte, São Cristóvão, arrebatou! O samba mostrou sua força, com um show de Grazzi Brasil e Celsinho Mody. Outro ponto positivo ficou para a bateria, para a maravilhosa Comissão de Frente e o lindíssimo conjunto de fantasias!

A escola vinha para disputar o título, porém muitos problemas referentes a alegoria, fez a escola se distanciar desse sonho. O terceiro carro passou, nos primeiro módulos, totalmente apagado. O último carro precisou ter partes retiradas para conseguir entrar na avenida, com isso, abriu um “buraco” nos primeiros módulos também, porém como passou toda a avenida “incompleto”, a escola deverá décimos importantes nesse quesito. Para piorar, a escola precisou dar uma corrida no fim, devido a “freada” para não aumentar o número de módulos com o “buraco”.

Foi um gratificante desfile. Ioiô deve ter ficado doido para ter desfilado também!