A Verdadeira História da Origem do Dexaketo



Era uma tarde de quarta-feira, 13/5/2009. O jovem João foi ao CEFET assistir uma única aula, a do primeiro horário, das 13:45 às 15:45, visto que a do segundo horário já havia sido informada que não haveria. Porém, a surpresa! Não houve aula! Com receio de ter gasto uma passagem à toa, João e alguns de seus amigos (Erick e Liu Kang) ficaram um pouco mais. Como também não houve aula no primeiro horário da turma do P3 de Informática (João era do P4), alguns alunos se reuniram e ficaram brincando de jogo da Forca. O grande campeão foi Natanael, que conseguiu bater o João com a palavra “Uniclinic”.

Em torno das 15:20, João e seus amigos resolveram ir pra casa. Liu Kang pegava ônibus no sentido contrário de João e Erick. Sendo assim, logo na saída se cumprimentaram e Liu foi pegar seu transporte, perto do PV. João e Erick foram caminhando até o Shopping Benfica, aonde esperariam seus ônibus.

Quando chegam no cruzamento da Carapinima com 13 de Maio, o sinal fecha para os pedestres e João perde o seu ônibus, o 151 – Conjunto Industrial. Imediatamente, Erick fresca com a cara de João. Após o sinal abrir, João vai pra sua parada, na frente do shopping, na Avenida Carapinima, enquanto que Erick se encaminha para a sua, que ficava atrás do Shopping. Eles se cumprimentam e cada um vai esperar seu ônibus.

Ao perceber que teria que esperar cerca de 40 minutos (tempo médio de espera do Industrial as 15:00 na época), João resolve retornar ao CEFET, por um ótimo motivo – Pegar a Merenda. Ele estava com fome e ainda tava cedo, não tinha motivo para correr pra casa. Chegando no CEFET, João come a merenda (Macarrão com Salsicha) por 3 vezes (naquele dia ele não furou a fila).

Após encher o bucho, João resolve ir ver se tinha alguém rachando na quadra (quadra essa que deixou de existir em 2011 para virar mais um bloco de estudos, mas na época, se dizia que seria o RU do IFCE) ou no campo (antigo Campo do Prado, hoje mero estacionamento do IFCE), porém tinha ninguém. João não tinha o que fazer ali, logo, ele deveria ir para casa, correto? Mas não! O bobo do João tinha que pegar o ônibus que tinha seu amor platônico, seu nome: Renata, estudante do colégio Juvenal de Carvalho. Como João sempre falava de Renata a seus amigos, um deles, Pedro Jonas, até apelidou o 151 – Conjunto Industrial que passava às 18:20 de “Renatinha Express”, notável zoação com a cara deste futuro blogueiro.

Para pegar esse ônibus, o de 18:20, João resolveu ficar mais tempo pelo CEFET. Já que não tinha ninguém na quadra, foi para a biblioteca, porém engana-se quem acredita que ele foi estudar. Não, o bonitinho foi ficar na Lan House que existia dentro da Biblioteca. Às 16:10, Seu Almir liberou o PC de número 4 para João acessar a internet. Com o sistema Operacional Kurumin da Linux instalado, alguns programas não pegavam, como o MSN. Sem o MSN, não tinha com quem conversar. Então, João foi para as comunidades do Orkut, aonde também não tinha nada de novo. Sem ter o que fazer, João lembrou de um tal de WordPress, site que seus amigos João Everton e Igor Bevilaqua havia acessado no meio de uma das aulas de Lógica da Programação do Professor Esdras, para criar um blog chamado de Anonimati. João gostou da ideia de ter um lugar para escrever o que quisesse, então resolveu criar um blog também. As 16:13, João entrou no WordPress, e começou a preencher o cadastro exigido pela WordPress para ter o tal blog, que era totalmente gratuito. A única dúvida foi na hora de criar um nome, João pensou:

“O nome… Um nome bom… Deixa eu ver… Valha, sem nomes kkk O Nome deixa quieto, depois preencho… Isso “Deixa Quieto” mas como só cabe um nome, vou juntar e dar uma estilizada, então, e ficará “Dexaketo”. (Logo daí o fato do Google errar o nome do meu blog ao colocar o som “cs” no meu X, quando o som é “ch”)”

As 16:15, João clicou o Enter. Estava criado o monstro, era o inicio desse blog.

Na época, a ativação do blog exigia-se 1 hora. Como o tempo de João na máquina encerrava às 17:10, ele teria que sair e pedir pra renovar a hora, porém, quando terminou sua hora, ele teve que trocar de computador. Ás 17:15, no Computador de Número 9, João ativou o blog. Era o nascimento desta coisinha maravilhosa que tanto amo.

O primeiro post só saiu no dia seguinte e foi sobre a vitória do Corinthians diante o Fluminense pela Copa do Brasil daquele ano. João não postou nada no primeiro dia, porque queria que o primeiro post fosse sobre Futebol, e como não tinha computador em casa, assistiu o jogo que passou na TV, e no outro dia, publicou o resumo da partida no blog. O post não existe mais, porque João era “Mané”, e acreditava que tinha que apagar um post para escrever outro. Assim, no dia seguinte, ele apagou o Corinthians x Fluminense, para falar de Cruzeiro x Universidad de Chile, pela Libertadores. Naquele mesmo dia, João aprendeu com João Everton que não precisava apagar o post. João apanharia muito para aprender a mexer em um blog naquele ano.

Ainda naquele dia, João não esperou terminar sua hora, às 17:30 saiu da Biblioteca e do CEFET. Ficou “peruando” pelo Shopping Benfica até dar a hora do “Renatinha Express”. Ele embarcou no ônibus de 18:20, porém naquele dia, Renata não pegou o ônibus daquele horário, apenas Karine subiu no ônibus (sim, a mesma da história do “Karine, me add!”, porém naquele recorte histórico, João nem notava Karine, só pensava em Renata, e apenas isso, pensar).

Pois é, João não sabia, mas sua “fazeção” de hora não era para ver Renata, mas era o destino trabalhando para esse bebê nascer e hoje completar seus legítimos 10 anos.



Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star