Como esperado, Holanda e Suécia fizeram um jogo incrivelmente equilibrado, a ponto de termos a primeira prorrogação em uma Semifinal de Copa do Mundo Feminina. Somente na prorrogação, que a Holanda encontrou o gol que colocaria as “laranjas mecânicas” em uma inédita final.

Depois de um primeiro tempo tenso, aonde as esquipes demonstraram mais medo de perder do que vontade de ganhar, tivemos um segundo tempo competitivo, com direito a bola na trave de ambas equipes. O domínio do jogo variou bastante, e equilíbrio foi a palavra-chave do confronto.O zero não saiu do placar e ocorreu a primeira prorrogação da história das Semifinais da Copa Feminina.

Na prorrogação, a Holanda começou mais acesa e tanto tentou, que encontrou um gol de um passe errado. Groenen, que nada tinha a ver com o erro sueco, chutou forte no canto e fez o gol da Final inédita. Após isso, as Suecas passaram a dominar as ações ofensivas, mas nos contra-ataques, a Holanda assustou mais, porém como as suecas, não conseguiu balançar as redes, o que não atrapalhou a realização do sonho laranja.

A Final entre EUA e Holanda ocorre neste domingo (07) ao meio-dia (horário de Brasília)