Na última segunda-Feira (23), o grupo empresarial Elephant, responsável pelo futebol do Figueirense, enviou ofício à CBF, anunciando a saída do Figueirense do Brasileirão Série B. No ofício, a empresa alegava que não existia condições para manter o clube no campeonato devido diversos problemas financeiros que atingia empresa e clube.

O Figueirense se pronunciou negando a desistência e afirmando que o grupo Elephant, desde a última quinta-feira (19), não controla mais as ações do Futebol dentro do clube. O time ainda anunciou que irá jogar a partida marcada para esta terça-feira (24) diante o líder da competição, o Bragantino.

A CBF irá avaliar o ofício e envia-lo ao STJD. Caso isso o ofício seja considerado válido, o Figueira estará submetido ao artigo 62 e 63 do Regulamento Geral de Competições da CBF, que afirma o seguinte:

Art. 61 – Se uma equipe abandonar uma competição ficará automaticamente suspensa durante 2 (dois) anos de qualquer outra competição coordenada pela CBF.

Parágrafo único – Entende-se como abandono aquele Clube que desistir de disputar uma competição após a publicação oficial da tabela e regulamento correspondente do prazo legal estipulado pelo EDT.

Art. 62 – O Clube punido pela Justiça Desportiva por abandono de campeonato que adote o sistema de pontos corridos terá os resultados até então conquistados considerados sem efeito.

§ 3º – Em se tratando de competição com fases de pontos corridos e fases eliminatórias, as consequências incidirão na respectiva fase em que o abandono ocorrer.

Só lembrando que ainda nessa Série B, o Figueirense já perdeu uma partida por W.O, devido ao atraso de salários e direitos de imagens.

O Figueira é o lanterna da Segundona.

Que o alvinegro supere rapidamente essa situação! Sua enorme torcida não merece viver essa terrível situação.