Primeiramente, que fique claro, que tal atitude não reflete o que é a torcida do Palmeiras em sua totalidade, e que esse ato foi de um idiota que merece total desprezo da torcida e do clube.

A torcida, em sua quase totalidade, presta a apoio e solidariedade à Bhel, esposa do capitão do Deca, Bruno Henrique, agredida por estes imbecis que não nos representam.

Que o clube tome atitudes firmes diante o(s) agressor(es), que os expulsem e não permitam que esses imbecis acompanhem o jogo do verdão no Allianz Parque, que cancelem seu avanti, caso tenham, e não permita que comprem produtos oficiais do clube em suas lojas. O Palmeiras não merece desse tipo de gente.

Ao capitão e sua esposa, fica o pedido formal de desculpa, e que nada disso, volte a se repetir.