Mesmo diante o time misto do Ceará, o Palmeiras não conseguiu repetir a grande atuação feita contra o São Paulo diante o alvinegro de Porangabussú. Mesmo saindo na frente cedo, com um gol de Zé Rafael aos 17 minutos do primeiro tempo, o Verdão não teve um jogo tranquilo, ao contrário, o Verdão viu o Vozão crescer no segundo tempo, e se não fosse, Weverton ter uma noite “são-marquina” e o VAR, provavelmente o sonho do título começaria a se esfacelar de fato.

A vitória por 1 à 0 veio, graças, a no mínimo, 4 defesas incríveis de Weverton, sem contar, o pênalti pego ainda no primeiro tempo. O arqueiro palestrino defendeu só tudo, e até as chances mais óbvias de serem convertidas, não conseguiram atravessar a parede alviverde. No fim do jogo, o VAR precisou entrar em campo, para ratificar um complicado impedimento dado pelo assistente. Que fique claro, o grande vacilo do assistente, que levantou a bandeirinha antes do desfecho da jogada, descumprindo o protocolo do VAR, sua sorte fica pelo fato de ter acertado.

Próximo jogo para torcida, é ligando o secador para que o Flamengo não vença o Corinthians. Na próxima rodada, o Verdão vai para o São Januário buscar 3 pontos diante o bravo time do Vasco.

O Palmeiras quer me iludir, e eu deixo! Vamos buscar essa 11ª estrela!