O Mundo Não Quer Minha Poesia

Me diz, poeta!

Por que tanta tristeza?

Se tua maior riqueza

São os versos que escreve!

Você que é cheio de amor,

Jamais enricou!

Não escreve o que aclamam,

E vive de mera lamentação!

Vai, Poeta!

Ao mundo, tu desperta,

Quando tua fome acabar sua paixão!

Vai, Poeta!

Escuta o mundo de merda,

E destrua sua ridícula ilusão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.