Vivo o amor,

Mas não sei amar!

Sinto a paixão,

Mas vivo o ódio!

Esqueço de mim,

Esqueço de tudo!

O mundo me acorda,

Mas durmo para sonhar!

Quero um beijo,

Quero um amasso,

Um singelo e firme abraço!

Desejos incontroláveis,

Amores contestáveis,

Amores eternos para não se amar!