Não Sei Escrever Poesia

Não sou nenhum escritor do Século passado, nenhum mito do Século atual. Sou apenas mais um metido, que finge ser poeta por mais nada saber escrever.   Vivo nessa ilusão de fantasiar meus sentimentos para escrever e conquistar seu coração.   Não minto, nem omito, Mas se quer falo a verdade. Só vou versando para […]

Leia mais Não Sei Escrever Poesia

Medo Nem Tão Bobo Assim

Quanto receio eu tenho ao te falar tudo o que sinto. Isso pode ser um problema ou próprio fracasso em nossa relação.   Todo o poder sobre minha pessoa pertence a ti, e pode tu, fazer o que quiser comigo.   Receio que queira judiar de mim, quando diz que me ama, mas vive a […]

Leia mais Medo Nem Tão Bobo Assim

Viver e (é) Lutar

Tenho sono, mas tenho planos. Tenho cansaço mas prefiro os calos aos poréns e Ses.   A luta tem que acontecer, apesar das dificuldades. Viver a vida é muito mais do que Ferris Buller falou.   Lutar e conquistar, lutar e não conquistar… Tudo faz parte! As glórias e decepções são ilusões de uma vida […]

Leia mais Viver e (é) Lutar

O Fim do Lamentar

Chega de chorar… Jamais conquistarei seu coração mendigando teu carinho reclamando por tua distância.   Não é murmurrando que tocarei tua alma, não é lamentando que chegarei a ser rei.   O mundo quer sorrisos até da alma mais ferida… E assim tem de ser nem que uma máscara tenha que se colocar.   Não […]

Leia mais O Fim do Lamentar

Por que escrevo?

Do que adianta escrever versos trabalhá-los, pensá-los e rimá-los, se ninguém vai lê-los, comentá-los ou questioná-los?   Por que escrevo poesia, se em nenhum dia, ela irá tocar um coração ou mudar o rumo de uma vida?   Por que sigo a escrever, se em nada contribui para humanidade ou se quer para minha cidade, […]

Leia mais Por que escrevo?

Oh, adorável Dexaketo!

Em frente ao computador, nada mais me interessa, somente te ver, Me apaixonar com teu conteúdo!   Quero ouvir o baú, ler tuas poesias, aprender com teus artigos e ficar por dentro da política!   Quero me encantar pelas musas, conhecer a letra daquela música, relembrar como era a Televisão…   Me faz ir até […]

Leia mais Oh, adorável Dexaketo!

Deus, Salve o Brasil!

Oh, Deus! Perdoe a nós, os brasileiros, que tanto sofremos nas mãos de quem não são dignos de guiar essa nação!   Oh, Deus! O que será de nós? Se depois de todos esses nozes ainda há fé!   Por que tanto martírio? Por que tanta sede de poder se no fim, o que nos […]

Leia mais Deus, Salve o Brasil!

O Fim da Luz

As Luzes se apagaram, a noite te rejeita, você, sozinho, em casa e ninguém te ama.   A solidão te acompanha, o destino é cruel! Tão só… Tão triste… Mas ainda há quem acredite que em você, a luz existe!

Leia mais O Fim da Luz

As Tormentas de um Quase Poeta

Não quero escrever… Quero fazer! Chega de teorias é hora da prática!   Isso não é um poema, é uma propaganda de banco, onde afirmo que tempo é dinheiro e escrever é desespero.   Quando sua alma enlouquece, ela somente escreve… nada a pensar ou a dizer…   Alguém me disse quando criança que eu […]

Leia mais As Tormentas de um Quase Poeta